Por Favor aguarde...

AdRA investe 14 M€ em novas empreitadas

A Águas da Região de Aveiro (AdRA) apresentou, esta semana, o plano de investimentos para o próximo ano, nos nove municípios que agrega. Do orçamento previsto contam-se cerca de 14,39 milhões de euros para várias novas empreitadas - em redes, captações, reservatórios e estações elevatórias -, mas também 5,66 milhões de euros para remodelações.


No total, o modelo de gestão pioneiro para a vertente "em baixa" pretende investir 125 milhões de euros nos próximos cinco anos, com o objectivo de expandir e remodelar as infra-estruturas de abastecimento e saneamento. A entidade apresentou ainda candidaturas ao Programa Operacional de Valorização do Território (POVT) do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN) na ordem dos 96 milhões de euros. Para o período 2010-2011, o montante solicitado para co-financiamento comunitário ronda os 42 milhões de euros.


A AdRA aparece com a lógica de cobertura total dos custos do capital, refere o presidente do Conselho de Administração da empresa, Manuel Fernandes Thomaz. Daí que a entidade esteja em processo de harmonização gradual de tarifas até 2014. A opção tomada passa por cobrir os custos de serviço e de investimento necessário, mas também por harmonizar as tarifas muito desiguais entre os vários municípios. É um facto que alguns municípios estavam claramente a pagar pelos outros, adianta ainda o administrador.


O preço de equilíbro para a harmonização corresponde à tarifa de Albergaria-a-Velha, a mais cara dos nove municípios servidos pela AdRA e que se situou, em 2010, nos 23,09 euros por 10 metros cúbicos de água. Os aumentos tarifários para o próximo ano, diferentes em cada município, divergem entre 0,59 cêntimos e 3,69 euros, por consumo médio de 10 metros cúbicos de água.


Outra das novidades para o próximo ano é a adesão de Ovar nesta parceria pública, já efectiva a partir de 1 de Janeiro. Com esta inclusão, a área de cobertura da AdRA fica completa, já que não existem mais negociações em curso. Os outros concelhos servidos pela entidade são Águeda, Albergaria-a-Velha, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Sever do Vouga e Vagos.


A AdRA foi a primeira entidade do país a ser estabelecida através do modelo de parceria pública, firmado entre a Águas de Portugal e os municípios da região. O balanço feito por Manuel Fernandes Thomaz é positivo. Esta experiência pioneira no país está a resolver o problema de actualização de tarifas e o problema de investimento para aumento de cobertura, conclui.